top of page
  • André Martins

Twitter define votação sobre oferta de Elon Musk para setembro

Os acionistas votarão a proposta do magnata em 13 de setembro, apesar de o futuro da transação estar nas mãos de um tribunal especial

O Twitter segue em frente. A empresa de tecnologia anunciou nesta terça-feira que no dia 13 de setembro submeterá à votação dos acionistas a oferta de compra feita por Elon Musk.


A empresa de San Francisco recomendou a aprovação do acordo , de acordo com um documento aos reguladores da bolsa de valores divulgado na terça-feira. Isso apesar de a operação depender da aprovação do juiz que resolverá judicialmente as diferenças entre Twitter e Elon Musk, que anunciou em 8 de julho que estava retirando da mesa a oferta de assumir a rede social por 44.000 milhões de dólares .


A compra do Twitter parece estar no ar. Musk foi levado ao tribunal depois de desistir da oferta feita em março. A liderança de tecnologia partiu para o ataque e entrou com uma ação em 12 de julho no Tribunal de Justiça do Estado de Delaware, onde as empresas estão localizadas.


Katheleen McCormick, juíza encarregada de resolver a controvérsia, assegurou que o julgamento acontecerá em cinco dias em outubro. Isso apesar dos esforços dos advogados de Musk, que tentaram adiar o processo para fevereiro de 2023 sob o argumento de que é preciso tempo para que especialistas façam uma análise do número de contas falsas e spam na rede social. Essa tem sido uma das diferenças entre as partes, já que Musk considera os números imprecisos que lhe foram dadas pelo Twitter.


O voto dos acionistas é um golpe que envia um sinal ao mercado: a operação continua conforme o planejado. "Estamos comprometidos em fechar a fusão no preço e nos termos acordados... A votação nesta reunião especial será fundamental para nossas chances de chegarmos ao acordo", indica a rede social nos documentos entregues à Comissão de Valores Mobiliários (o segundo).


Os advogados do Twitter dizem que Musk está realizando uma tentativa de sabotagem para “prejudicar a empresa e expô-la. O juiz McCormick concorda que nenhuma das partes se beneficiará com o passar do tempo com esse assunto, "aumentando danos irreparáveis" para o vendedor.


Os especialistas, e a Bolsa de Valores, concordam que o empresário da Tesla tem poucas chances de sucesso no julgamento no Tribunal de Justiça. Os advogados do empresário propuseram que o processo seja realizado entre os dias 17 e 21 de outubro. A empresa de tecnologia solicitou para 10 de outubro.


O Twitter apresentou os resultados do segundo trimestre em 22 de julho. A empresa informou então que perdeu 270 milhões de dólares devido à incerteza gerada pelo futuro da operação, uma das mais seguidas no Vale do Silício por suas implicações na liberdade de expressão e na influência da plataforma em todo o mundo. No mesmo período do ano passado, a empresa registrou um lucro de 65 milhões. O preço dos títulos do Twitter perdeu 8% até agora em 2022.

2 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page